Notícias

Câmara Municipal de Patos debate energia fotovoltaica com professores especialistas

A Câmara Municipal de Patos realizou na noite desta quarta-feira, dia 05 de setembro, uma audiência pública denominada ‘Energia Solar é o futuro’, de autoria do vereador Toinho Nascimento (PSDB).

Na oportunidade, o evento contou com a presença do engenheiro eletricista e professor do IFPB de eletrotécnica, Nelson Nunes, do professor do IFPB, Ronaldo Lima, e dos vereadores.

Ronaldo pontuou que a energia fotovoltaica e eólica representam o futuro, pois, irão mover o mundo nos próximo anos. Para ele, toda forma de energia terá um impacto que será preciso a legislação se preparar uma adequação no que foi visto. “Essa energia tem que ter um sistema de proteção mais específico, tanto com relação a rede quanto para as pessoas que vão operar a energia solar, como também nós vamos precisar ficar muitos atentos com os impactos ambientais”, explicou.

O professor Ronaldo Lima ainda acrescentou que toda forma de energia tem o seu impacto e que a energia solar tem menos impacto ambiental do que a matriz de combustíveis fósseis, porém, não anula sua ação.

Para atender essas mudanças, o IFPB possui um curso de eletrotécnica com oito professores, sendo seis deles doutores e um bloco específico para o curso. “É pretensão nossa que estejamos na vanguarda do desenvolvimento da região. Então, o IFPB Patos e Santa Luzia que está em construção vamos atuar nessa formação de obra de mão para da assistência ao desenvolvimento regional”, afirmou.

Já o professor Nelson Nunes afirmou que o evento foi útil para esclarecimentos de como funciona o sistema de conversão de energia no Brasil. Segundo ele, a pior área da região nordeste do Brasil supera em qualidade a melhor área de insolação na Alemanha, país pioneiro no uso dessa forma de energia.

Ele ainda explicou que a vantagem da energia fotovoltaica é a durabilidade por não ter partes móveis diferente do sistema eólico, bem como a outra vantagem seria na economia pelo consumidor ficar livre das bandeiras tarifárias. Porém, ainda não há linha de financiamento para pessoas físicas, somente, até o momento, para empresas.

Nelson Nunes ainda explicou que a resolução que rege o sistema permite que os pequenos consumidores utilizem a nova forma de conversão de energia.

Com a energia fotovoltaica, o Painel Solar reage com a luz do sol e produz energia elétrica (energia fotovoltaica). Os painéis solares, instalados sobre o seu telhado, são conectados uns aos outros e então conectados no seu Inversor Solar:

Ela pode ser usada para TVs, Aparelhos de Som, Computadores, Lâmpadas, Motores Elétricos, ou seja, tudo aquilo que usa energia elétrica e estiver conectado na tomada.

Ascom CMP

Nelson Nunes


Professor Ronaldo Lima:

« Voltar