Notícias

Comissão Processante da Câmara de Patos arquiva pedido de cassação do prefeito afastado Dinaldinho e o vice, Bonifácio Rocha

A Comissão Processante da Câmara Municipal de Patos decidiu arquivar o processo que pedia a cassação do prefeito afastado Dinaldo Medeiros Wanderley Filho e do ex- vice-prefeito, Bonifácio Rocha, por possíveis irregularidades na gestão. O relatório foi entregue pela relatora, Lucinha Peixoto, na sessão ordinária desta terça (23), da Câmara.

A comissão processante é formada pelos vereadores Kleber Ramon (presidente), Lucinha Peixoto (relatora) e pelo membro, Erderlan de Oliveira(Góia).

“Escutamos nossa assessoria jurídica, amigos vereadores desta Casa e nos disseram que deveríamos arquivar essa denúncia. Quem quiser poderá dar continuidade a esse processo, mas a nossa comissão decidiu por arquivar”, explicou Lucinha.

Ainda na mesma sessão, deu entrada na Câmara o projeto de Lei de autoria do Poder Executivo que regulamenta a comercialização e queima de fogos de artifícios durante os festejos juninos e religiosos do município. O projeto foi lido e segue para análise das comissões.

Também foi lido e apresentado o Projeto de Lei de autoria da vereadora Fatinha Bocão que concede carga horaria especial ao servidor público do poder executivo pai ou mãe, tutor, curador ou que detenha a guarda e responsabilidade de criança ou adolescente portadora de necessidades especiais no âmbito do município de Patos. O projeto segue para análise das comissões.

Já os Projetos de Lei de autoria do vereador Ederlan de Oliveira (Góia) foram aprovados em segunda votação. Um dos projetos obriga os estabelecimentos bancários a manterem disponíveis os serviços nos terminais de autoatendimento (Caixas eletrônicos), no período das 06h às 22h. O outro projeto inclui na programação oficial do São João de Patos a queima de fogos de artifícios, realizada nas ruas Dezoito do Forte, Felipe Camarão e Espinharas.

« Voltar