Notícias

Requerimento solicitando inspeção nas UBS’s e equipamentos de saúde do município de Patos é aprovado na Câmara

A Câmara Municipal de Patos aprovou, na sessão ordinária desta terça-feira, dia 06 de novembro, por unanimidade, o requerimento de autoria do vereador Ivanes Lacerda (MDB) solicitando inspeção do Conselho Regional de Medicina, do Conselho Regional de Enfermagem, Conselho Regional de Odontologia e Tribunal de Contas nas unidades básicas de saúde do município de Patos, do SAMU, Pronto Atendimento Maria Marques e UPA.

Ivanes esclareceu que o pedido tem como respaldo a atual situação desses equipamentos de saúde que demonstram precariedade em seus funcionamentos e que, por isso, a população menos favorecida é a mais prejudicada.

Com o pedido por meio de requerimento, o parlamentar mirim afirmou que chegou a temer pela sua reprovação, uma vez que o líder do governo, segundo ele, estaria persuadindo vereadores para não aprovar. “O líder do governo tentou persuadir a sua bancada, mas, não encontrou apoio e ele recuou ao ver que tinham vereadores suficientes, viu que ia ser aprovado mesmo sem sua vontade. Quando viu que estava perdido, voltou atrás e recomendou à bancada que votasse, mas, tentou persuadir todos os vereadores da bancada”, contou.

O vereador autor do requerimento explicou que a inspeção solicitada por ele aos órgãos não é contra o prefeito Bonifácio Rocha, uma vez que não há dúvida com relação a sua honestidade e honradez. “A inspeção não é contra o prefeito, é para apresentar (quero falar aqui à população) aqui quais as falhas que precisam ser corrigidas... não todas de uma única vez, mas dentro da capacidade financeira e orçamentária do município. Eu acho que fiz um benefício à população”, esclareceu.

Já o líder do governo na Câmara, o vereador Diogo Medeiros, rebateu as declarações de Ivanes e negou tal articulação para reprovar o requerimento.

“Nós fomos favoráveis porque toda a cidade de Patos está sabendo a situação que o prefeito recebeu, então, se vier é bom, porque sabemos que desde que o prefeito assumiu ele é de portas abertas mostrando para a cidade de Patos como recebeu o município, o déficit, como está a situação do município. Teve que demitir inúmeras pessoas, está contratando o essencial para que o município possa seguir, possa andar”, explicou o líder do governo.

Diogo Medeiros completou que não estava articulando a possibilidade de reprovar o requerimento na Câmara.

Uma fiscalização foi realizada pelo Conselho Regional de Odontologia da Paraíba (CRO/PB) no dia 30 de outubro no consultório odontológico da Unidade Básica de Saúde Maria Marques, localizada no bairro Jatobá, na zona sul de Patos. Na ocasião, foram detectados mofo, infiltração nas paredes, estofamento da cadeira (extremamente danificado), lixeiras inadequadas, além de instalação hidráulica inadequada.

Ascom CMP

« Voltar