Notícias

Na Semana da Pátria, Executivo promove solenidade de hasteamento dos pavilhões nacional, estadual e nacional na Câmara Municipal

Em continuidade a programação alusiva a Semana da Pátria, promovida pela Prefeitura Municipal de Patos-PB, a câmara de vereadores sediou na manhã desta quinta-feira, dia 02 de setembro, a 2ª solenidade de hasteamento, simultâneo, dos pavilhões nacional, estadual e municipal, durante evento realizado na área externa da sede do Poder Legislativo. A programação oficial foi aberta na manhã da quarta-feira, dia 1º de setembro, na sede do poder executivo municipal, defronte ao Palácio Clóvis Sátiro.

Participaram da solenidade realizada na câmara, o Chefe do Poder Executivo, prefeito Nabor Wanderley; a presidente do Poder Legislativo, vereadora Tide Eduardo; Adriana Carneiro, Secretária de Educação do município e responsável pela programação, além dos vereadores: Ramon de Chica Pantera, Josmá Oliveira, Davi Maia, Nega Fofa, Fatima Bocão, Jamerson Ferreira, Ítalo Gomes, Marco César e Dércio Motos. A cerimônia, em formato menor em razão da pandemia, seguiu todos os protocolos de prevenção à covid-19, evitando aglomerações.

O prefeito Nabor Wanderley fez referências a importância da celebração, dizendo: “Devemos sempre reverenciar esse momento importante para o nosso país e, como prefeito, conclamo toda a população para enaltecer cada vez mais esse símbolo de nossa democracia. ”, proclamou o Chefe do Poder Executivo de Patos.

A presidente da casa Juvenal Lúcio de Sousa, Tide Eduardo, também ressaltou a importância da solenidade cívica que prossegue ao longo da semana nas escolas do município. “Muito importante reafirmamos esse sentimento de independência em cada um de nós. Afinal, foi graças a ele que conseguimos ser uma nação democrática que nos permite que todos participem da escolha de nossos representantes políticos. ”, rememorou a Chefe do Legislativo patoense.

Por conta da pandemia e dos decretos estaduais e municipais que estabelecem restrições para evitar aglomerações e, consequente aumento de casos de COVID-19, o desfile cívico desse ano com a participação de escolas da rede pública de ensino e outras agremiações, a exemplo do ano passado, também não será realizado esse ano.

« Voltar