Notícias

Outubro Rosa: Audiência Pública debate ações da campanha contra o câncer de mama

A Câmara Municipal de Patos-PB realizou na noite desta quarta-feira, dia 27 de outubro, mais uma Audiência Pública para discutir, desta vez, as ações desenvolvidas pelas autoridades públicas de saúde do estado e do município, durante a campanha de prevenção ao câncer de mama e de colo do útero denominada de Outubro Rosa. Participaram dos debates - além dos vereadores Zé Gonçalves (PT), autor da proposta, Tide Eduardo (PSL), Nega Fofa (Solidariedade), Fatinha Bocão (Republicanos), Marco Cesar (PSC), Sgt. Patrian (Rede) e Nandinho (Avante) - representantes do grupo de apoio aos portadores de câncer de Patos Amigas Viva a Vida, Conselho Municipal da Mulher, União Brasileira de Mulheres, Associações Urbanas e Rurais, Sindicatos, Ação Social Diocesana, Complexo Hospitalar Jandhuy Carneiro, Subseção OAB/Patos e do Movimento Olga Benário.  

Na tribuna, o vereador Zé Gonçalves agradeceu a presença das representações, ressaltando a importância da discussão dos problemas relacionados à saúde da mulher, não somente durante a campanha. “Todo dia é dia da mulher e dia de luta. ”, lembrou o parlamentar, deixando claro que o objetivo maior da audiência foi justamente provocar essa discussão durante o ano inteiro. “Infelizmente, esse foi o pior ano para as mulheres de Patos. ”, afirmou o vereador, se referindo as dificuldades enfrentadas pelas mulheres constatadas nas Unidades Básicas de Saúde em 2021 e, “principalmente pela falta de exames de mamografia que não são feitos há mais de dois anos, pois o único mamógrafo que atendida na maternidade Peregrino Filho, está quebrado. ”, lamentou o parlamentar, lembrando que em outros municípios, menores que Patos, o governo do estado mantém dois equipamentos ou mais, a exemplo de Sousa. “Já pra nossa região, o governador só mandou 400 exames pra atender as mulheres de 24 municípios da 6ª Regional de saúde, ou seja: cerca de 16 exames pra cada cidade. ”, criticou.

Em seguida, a presidente da casa, vereadora Tide Eduardo, fez uso da palavra e durante seu pronunciamento reforçou o empenho dos vereadores em contribuir com a solução do problema da falta de mamografias, destinando as emendas impositivas da saúde para a compra de um mamógrafo moderno. “Já existe um consenso nesta casa e, com certeza, daremos uma grande contribuição com a compra desse equipamento que irá resolver essa questão. ”, afirmou a vereadora.

A representante do grupo Amigas Viva a Vida, Hígia Lucena, deu ênfase a importância do exame de mamografia na detecção precoce do câncer de mama e lamentou a falta do equipamento no município. “E os governos sabem disso. ”, afirmou a voluntária do grupo de apoio aos portadores de câncer, lamentando ainda que há mais de um ano o mamógrafo que atendia as mulheres do Regional de Patos, está quebrado. “Na maternidade Peregrino Filho eram realizados em média 180 exames mês e, durante o outubro rosa, esse número alcançava até 280. ”, afirmou Hígia, acrescentando que a demanda reprimida ultrapassa os 2.000 exames. Ainda na tribuna, Hígia Lucena comemorou a informação dada pela presidente Tide Eduardo relacionada a destinação de emendas impositivas para compra de um mamógrafo novo e moderno. “A cidade de Patos terá orgulho dessa ação de vocês vereadores. ”, asseverou.

A presidente do Conselho de Mulheres do município, Samara Oliveira, durante seu pronunciamento destacou o avanço da progressão no debate político em torno das questões femininas. “Temas como o assédio, maternidade, carreira e saúde, vem sendo discutido amplamente na sociedade e ganhando espaço no cenário político. Não somente no Brasil, mas em todo o mundo. ”, pontuou.

O servidor público Levi Firmino, representando a direção do Complexo Hospitalar Jandhuy Carneiro, aproveitou pra anunciar a instalação de um mamógrafo nas dependências da UNACOM – Unidade de Alta Complexidade em Oncologia de Patos – cedido por uma empresa privada até que o governo do estado conclua o processo de licitação de compra do equipamento, o que deve acontecer somente no primeiro semestre de 2022. “Essa luta que nós estamos debatendo aqui pelas mamografias está preste a ser vitoriosa. ”, garantiu o servidor.

A sindicalista Carminha Soares, presidente do SINFEMP – Sindicato dos Funcionários Públicos do Município de Patos e Região – agradeceu a iniciativa do Poder Legislativo de Patos de destinar recursos das Emendas Parlamentares para a compra de um mamógrafo. “Minha mãe, acometida de câncer de mama, teve que fazer uma mastectomia e, se a doença tivesse sido detecta antes através do exame de mamografia, certamente ela não teria sido mutilada. ”, lamentou emocionada a sindicalista. “Felizmente, aos 85 anos, ela continua entre a gente. ”, celebrou a sindicalista, mas cobrando das autoridades mais investimentos em políticas públicas destinadas ao público feminino.

A vereadora Fatinha Bocão, que participou remotamente da audiência, parabenizou o vereador Zé Gonçalves pela iniciativa do debate, relatou a importância das emendas impositivas e se prontificou, de público, se unir aos demais vereadores na destinação delas para a compra de um mamógrafo. “Lembro muito bem que há três anos atrás nós recorríamos ao Ministério Público para que as mulheres tivessem acesso ao exame de mamografia. Algumas fizeram, mas infelizmente, não receberam o resultado. ”, recordou a parlamentar.

Aline Leite, membro do Movimento Olga Benário, iniciou seu pronunciamento ressaltando a importância da presença do secretário de saúde do município, Leônidas Dias. “Importante que ele conheça bem a situação difícil enfrentada no dia a dia por nós mulheres e, mais que ter ciência dos problemas, a partir dessa discussão, que ele possa construir propostas que possam minimizar esses problemas. ”, sugeriu.

Lielma Xavier, da Ação Social Diocesana de Patos, que comemora esse ano 65 anos de prestação de serviços aos mais carentes em todo médio Sertão da Paraíba, reforçou a importância da representação feminina no Poder Legislativo. “Que tenhamos cada vez mais mulheres representando nossas vozes em espaços de decisão, para que nossa representatividade seja cada vez mais visível. ”, disse a voluntária, referindo-se a necessidade de aumentar o número de assentos do Parlamento Mirim de Patos. Em seguida, enalteceu a iniciativa do vereador Zé Gonçalves em promover o debate e, que nesse, sejam incluídas as agricultoras. “Não podemos esquecer as mulheres do campo que não estão presentes, mas que estão representadas por todas nós. ”, asseverou.

A vereadora Nega Fofa enalteceu o trabalho da presidente da casa Tide Eduardo, que no seu entendimento, como mulher no comando da casa Juvenal Lúcio de Sousa quebra tabus impostos ao longo dos tempos dentro do legislativo patoense. “Uma mulher que representa muito bem nossa sociedade e, saibam, que nós estamos unidas nessa proposta de unificar as emendas impositivas para a compra desse mamógrafo. ”, reafirmou a parlamentar, revelando, de público, que também foi vítima de um câncer. “Graças a Deus venci esse mal. ”, comemorou.

O advogado Rildian Pires Filho, representando a Subseção OAB/Patos, parabenizou a inciativa do Poder Legislativo patoense pelo debate concretizada pela iniciativa do vereador Zé Gonçalves e as ações do parlamento que alcançam resultados que vão muito além de suas prerrogativas. “Essa notícia de que os vereadores, capitaneados por sua presidente Tide, se unem em defesa da compra de um mamógrafo pra Patos é louvável. ”, reconheceu Pires, ressaltando, no entanto, que o mérito é de todas as mulheres que se organizaram na luta. “Somente através da luta de todas vocês que essa temática chega até esta casa. ”, creditou Pires, lembrando ainda que eventos como esse deveriam constar na pauta anual de discussão da câmara, a exemplo do que acontece na OAB/Patos, “onde a política de ampliação da participação feminina foi estabelecida. ”, revelou.

Valdelita Nogueira, que representou a Associação dos Sapateiros de Patos, relatou a importância da participação de representações dos mais variados seguimentos da sociedade no debate, “Ouvindo, inclusive, a opinião de todos. ”, bradou.

Socorro Rodrigues, que representou a coordenadora da UBM – União Brasileira de Mulheres – Elizabeth Carneiro (que está se recuperando de uma cirurgia) relatou que pouco poderia acrescentar ao debate, pelo fato de ter sido representada pelas falas anteriores. “Tudo que eu queria dizer nessa noite, já foi dito. ”, atestou, acrescentando apenas, que a UBM espera que a audiência possa resultar em algo de positivo e prático.

A líder comunitária rural Jeane Venâncio, durante seu pronunciamento emocionou a todos quando expôs a situação de seu pai que foi acometido pela doença e, que segundo ela, precisa peregrinar tratamento na capital. “É doloroso tanto pra quem está com a doença, quanto pra quem acompanha o doente. ”, relatou.

Por fim, em sua fala, o secretário de saúde do município, Leônidas Dias, reconheceu as dificuldades enfrentadas pelas mulheres quanto ao acesso à saúde nas unidades de saúde e admitiu, em parte, a responsabilidade do ente municipal. “Concordo, quase que plenamente, com tudo que ouvi hoje. Peço, no entanto, um desconto jurídico administrativo de estar apenas há 04 meses no comando desta secretaria. ”, apelou o secretário, afirmando que a saúde de Patos respirava por aparelhos e que somente agora se libertou dos aparelhos. “Mas ela continua na UTI. ”, reconheceu. O secretário também aproveitou pra reforçar a importância do controle social. “São vocês que têm que me dizer o que está acontecendo, o que precisam e o que nós devemos fazer. ”, conclamou, apelando ainda para que a população feminina procure as unidades de saúde para agendar as mamografias. “Das 1.500 que a administração garante, pouco mais de 500 foram agendas até agora. ”, revelou.

Ao final dos debates, o vereador Zé Gonçalves voltou à tribuna e, apresentou como proposta, a criação de um Fórum Permanente para discussão de políticas públicas para as mulheres. “Também a realização de um grande encontro de mulheres de toda a região aqui no nosso município. ”, sugeriu Gonçalves, estimando que esse encontro aconteça até dezembro de 2021.

« Voltar