Notícias

Imunização: Vereadores de Patos-PB se reúnem com Secretário de Saúde do Município e a gerente da 6ª GRS para esclarecer dúvidas

Após questionamentos levados à tribuna da Câmara Municipal de Patos-PB, pela maioria dos vereadores, a presidente da casa, vereadora Tide Eduardo, atendendo solicitação protocolada através de requerimento pela vereadora Fatinha Bocão (Republicanos), convidou o secretário de saúde do município Eisenhower Segundo Brito e a gerente da 6ªGRS – Gerencia Regional de Saúde – Liliane Senna, para uma reunião com os parlamentares, para que fossem dirimidas dúvidas sobre os critérios adotados pelo PNI (Plano Nacional de Imunização) para distribuição dos imunizantes entre as cidades da Paraíba.

No entendimento da maioria dos parlamentares, os municípios de João pessoa e Campina estariam sendo privilegiados. “Nós precisamos saber e compreender como funciona essa distribuição. ”, justificou Fatinha Bocão em seu requerimento.

Nesta quarta-feira (19) os vereadores se reuniram pela manhã com o secretário Segundo Brito e, à tarde, com a gerente da 6ª Regional de Saúde, Liliane Sena. “Tanto o secretário Eisenhower quanto Liliane Senna, nos esclareceram dúvidas quanto ao critério adotado pelo Ministério da Saúde para distribuição dessas vacinas. ”, revelou Tide. De acordo com Jmaerson Ferreira, os encontros foram importantes para os esclarecimentos necessários. “Em que pese os atropelos registrados na capital paraibana, onde ficou confirmada o envio maior de vacinas, Liliane explicou que essa diferença já foi devidamente devolvida. ”, explicou Ferreira.

O presidente do Conselho Municipal de Saúde do Município, Claudemir Bento, participou da reunião dos vereadores com Liliane Sena e ressaltou sua importância. “A presidente nos enviou um ofício informando desse encontro, onde tivemos a oportunidade de tirar várias dúvidas. ”, destacou Bento, acrescentando que será um multiplicador das informações repassadas na reunião.

A Gerente da 6ª Regional de Saúde, Liliane Senna, que representou também na oportunidade a Secretaria de Estado da Saúde, considerou oportuno o encontro em que pôde esclarecer dúvidas relacionadas aos critérios estabelecidos pelo PNI e a logística adota pela Regional de Patos para a distribuição das doses. “ De maneira em geral, a percentagem aplicada é a mesma. Os municípios recebem as doses de maneira proporcional aos números de pessoas dos grupos prioritários. ”, esclareceu Senna, acrescentando ainda informações sobre a chegada da vacina Pfizer, cujo município de Patos será pioneiro em aplicar o imunizante produzido pela farmacêutica norte-americana, em parceria com a empresa alemã BioNTech.

« Voltar